sábado, 30 de outubro de 2010

Demasia

Salvo o homem fica o poeta?
sua melancolia sóbria
e sua euforia embriagada
um tipo de herói sem causa

Se  fora humano comum
de que vale suas palavras?
E se não fora; de que fala
com doce soberba sabia?

Pode demasiado humano
dizer tanto sem ser nada?
Pode ser só mais um
com acertadas palavras?


Carlos Taepo 29/10/2010

Um comentário:

  1. Por onde anda viajando, poeta de rodoviária, que há meses não falas?

    ResponderExcluir